segunda-feira, 10 de novembro de 2008

"vem realmente o conto adquirindo uma grande importância. Hoje é talvez o gênero preferido pelos jovens. No entanto, é necessário constatar a existência de uma tendência a levar ao exagêro o tratamento formal, abandonando quase por completo (em certos casos completamente) o tema e aquilo que é, no fundo e sempre, a essência mesmo da narração: a história e a emoção que dela decorre. Certos jovens contistas são frios como o pólo norte e seus temas não passam, por vêzes, de anedotas truncadas" Jorge Amado

11 comentários:

LRP disse...

gente, meus contos SÃO "anedotas truncadas"! tenho que pensar sobre isso, Amado certo me parece um problema... se bem que o conto infantil dele é lindo!^^

Ceará disse...

Nossa, nunca pensei que fosse gostar de nada escrito pelo Jorge Amado...

júlia disse...

meu ontem eu achei uma foto DA MINHA MÃE com o JORGE AMADO cacete

júlia disse...

ficou lindo lindo lindA a paçoca amor ali em cima quel

vina apsara disse...

foi mal, adorei o "frios como o pólo norte". a gente tem que admitir que o cara é fino!

júlia... tu é chique, eim, menina? próxima parada: castelo de caras com o paulo coelho! hahahah

ah, eu queria ter colocado o novo subtítulo do blog: paixão e paçoca.

júlia disse...

quel eu sou tão chique mas tão chique que vou morar num chique-iro
lá vou dar de comida ao coelho!

nai disse...

novo hit da galera: abandonemos o 'te amo e não tem queijo' pelo genial 'te amo e tem paçoca'!

:: disse...

vestimos as roupas de jorge, afinal.

Paulo Rená da Silva Santarém disse...

e as armas!

vina apsara disse...

salve jorge, oxalá!

Débora disse...

nem me C O N T E !


Nossa, eu sou ótema