sábado, 26 de setembro de 2009

livro, filho, árvore

escrevi um livro. e traduzi mais alguns, mas aparentemente isso não conta para os grandes objetivos de vida.

filho eu vou adotar, no meio dos trinta.

e árvore... cara, não plantei, mas cuido de um lindo ficus há 3 anos. ele deve ser uma árvore logo.

não tenho escrito muito porque me sinto burra, e com razão. fazer o que eu faço às vezes é bestializante.

15 comentários:

Paulo Rená da Silva Santarém disse...

Cara, vamos mal. Se eu ñ conheço seu livro, provavelmente irei esquecer os aniversários do seu filho e vou fazer xixi na sua árvore,,, =p

Sério, que livro é esse?!

LRP disse...

só mostro o meu se mostrares o teu. haha

vina apsara disse...

tá enterrado, a dez passos de um salgueiro, na direcao do sol...

Paulo Rená da Silva Santarém disse...

Sabia que era um tesouro...

Deia disse...

ahaahha eu tenho um capítulo num livro (já é um primeiro passo...) zero filhos mas um/uma sobrinh@ em mais ou menos um ano, segundo as perspectivas mais otimistas, e nenhum talento pra cuidar de plantas, até os cactus morrem na minha mão. Você é um modelo, raquel parrine!

Deia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tata Marques disse...

Vc até que tá adiantada. né? Até meu cacto morreu! Tenho uma porção de títulos, uns cinco primeiros capítulos e não me sinto habilitada para ser mãe por toda a vida.

:: disse...

disso tudo, a árvore é o mais difícil. tenha certeza.

Nai disse...

pois eu não tenho saco pra escrever, detesto crianças e tudo o que já plantei foi feijão, no algodão - e ele morreu precocemente.la pelos trinta anos voce vai poder morrer realizada, quel. e nós? =/

:: disse...

livro. tradução. planta. cachorro. filho.

e tatuaaaaaagem!

:: disse...

vi o vídeo agora, não podemos esquecer fo fusquinha, como bem pontuou o cronista das necessidades contemporaneas, Vagnão.

Pedro Martins disse...

eu nao tenho capitulo em livro, nem titulo, nem capacidade para escrever mais do que dez paginas. Quanto as plantinhas, tive saco pra ser guia de jardim botanico por duas semanas, mais do que isso não deu. Filho? serve gato?

Mas to em Istanbul!!!!!!
( soh pra fazer inveja hehe)

lili disse...

plantei um pézinho de manjericão, mas ainda não sei se pegou...
trabalhar emburrece =/
mas tem coisa pior pra traduzir, acredite, experiencia própria!
=*

vina apsara disse...

fusquinha azul, anotado.

estambul, anotado.

pior do que traduzir, anotado.

manjericão sempre morre, lili, é o destino deles... a gente cria pro mundo!

lili disse...

mas se é pra criar pro mundo vou arrancar do pé e comer!

...acho que não, ainda tenho esperanças. hoje ele acordou tao verdinho