sexta-feira, 7 de março de 2008

do ensino superior

Após conseguir aprovação no vestibular para a Faculdade de Direito na Unip (Universidade Paulista), o estudante do ensino fundamental João Victor Portellinha de Oliveira, 8, encontrou sua primeira dificuldade como calouro.

4 comentários:

Pedro disse...

sério, vergonha alheia total pelos pais. oito anos eu tava era tacando areia no olho do coleguinha e batendo bafo pra ganhar a figurinha do palhinha. o tempo que ele economizaria - se é que passaria do primeiro períoso - ele gastaria depois em um analista por ter perdido a infãncia.

vina apsara disse...

com certeza...
além do mais - se você ler a reportagem, vai ver que é incrível - eles se sentem realmente sacaneados pelo fato do filho ser barrado na porta da universidade (ele conseguiu, inclusive, se matricular). cara, é um absurdo. e fácil de resolver, na verdade... por que o governo não se responsabiliza por desenvolver a prova do vestibular? sei lá, podia ser obrigatório ter uma nota X no enem, por exemplo... ai, ai...

Babi disse...

ensino superior privado brasileiro está falido há anos.

eles podem aprovar quem quiser, só pagar pontualmente as mensalidades.

até no exterior, nenhuma Universidade aceita recém formados de ensino privado brasileiro, quem tiver em mãos e quiser tentar por um Mestrado lá fora, só vai sofrer, isso posso te garantir !

vina apsara disse...

bom, "falido" não tá, porque eles estão nadando em dinheiro... E eu acho que é essa mesma a idéia.

O que eu acho mais fantástico nessa chamada do jornal é o "enfrenta seu PRIMEIRO obstáculo", quer dizer, passar na prova e se matricular não ofereceram nenhum impedimento... ai ai ai... chega a ser engracado.